Professor: Seja Um Médico

Quando alguém se sente debilitado fisicamente logo procura um médico, pessoa amiga e habilitada a lhe prestar a ajuda de que tanto necessita.O aluno sabe quando está debilitado em seus conhecimentos matemáticos e deve ser conscientizado e convencido de que seu professor de Matemática é esta pessoa habilitada a ajudá-lo, e está disposto a fazê-lo porque é seu amigo.O médico irá realizar vários exames que irão revelar as causas da doença. O paciente sabe que o exame não é um instrumento nocivo, porém útil.O professor precisa realizar vários exames, não para prejudicar o aluno, mas para saber como irá orientá-lo.Os exames deverão ser honestos, pois, se o paciente mentir para o médico, forjar os exames ou tentar esconder os sintomas da doença, o médico não poderá ajudá-lo, e ele poderá estar correndo perigo de vida.O aluno, muitas vezes, talvez por não acreditar nas intenções do professor, tenta de todas as formas esconder sua real condição apresentando o “sangue” do vizinho para ser examinado.A borracha é um instrumento que serve para apagar os erros e impedir que o professor tome conhecimento deles. Devemos, portanto, “apagar” a borracha das atividades de Matemática, isto é, adotando o uso exclusivo da caneta e orientando os alunos quanto a procedimento perante o erro, sem fazer borrões para esconder o erro, conscientizando-os de que é importante detectar o erro, não para apagá-lo, mas para repará-lo.Talvez seja o “rascunho” a parte mais reveladora de uma avaliação. Este termo deve ser abandonado e substituído pelo termo correio, ou seja, cálculos, pois os cálculos fazem parte da resolução do problema, embora não obrigatórios, porém, quando realizados não devem ser apagados nem jogados fora.Apuradas as causas, o médico indicará um tratamento adequado, muitas vezes acompanhado por um saudável regime alimentar.O tratamento deverá ser regular e contínuo; não se pode tomar os medicamentos de uma única vez, mas diariamente, na dose certa. Exercícios básicos diários, em pequena quantidade, irão fortalecer o aluno nas operações elementares e nos conteúdos anteriores, perdidos pela descontinuidade, propiciando, assim, o restabelecimento e a manutenção destes conteúdos essenciais.Muitas vezes o remédio certo é amargo; muitas vezes o médico é julgado pelo sabor do remédio; porém, os resultados finais revelarão o médico e o mercenário.O regime alimentar de tarefas diárias deverá ser cumprido sem desculpas como: eu não sabia, eu não consegui, ou outra qualquer, e, sim, deverá o aluno refazer o exercício errado pela segunda ou terceira vez, sem apagar o anterior, tentando acertá-lo. Caso não consiga, irá apresentar as suas tentativas ao professor, que irá ajudá-lo a descobrir seu erro, propiciando ao aluno uma nova oportunidade para acertar, o que deixará a ambos, o professor e aluno, gratificados.Para meditar: O objetivo do médico é conduzir seu paciente à cura, e não se sentirá vitorioso, mesmo que tenha feito o diagnóstico correto e tenha indicado o melhor tratamento, se o seu paciente vier a morrer.

Edimar Cúnico é Coordenador de Matemática das Escolas Adventistas de 1.° Grau da Associação Paulista Sul.

Extraído do Blog De Matemática Do Prof. Ricardo Vianna

Share This:

:: Blog De Matemática Do Prof. Ricardo Vianna ::: Equações. Parte I


1. Introdução
No caso de equações, é costume chamar as variáveis de incógnitas e os valores que satisfazem as equações, de raízes. Resolver uma equação significa determinar o seu conjunto-verdade, isto é, o conjunto de suas raízes.
2. Propriedades da Igualdade

Esta propriedade nos diz que podemos somar ( ou subtrair ) um mesmo número aos dois membros de uma igualdade, obtendo uma sentença equivalente. É com base nesta propriedade que podemos “passar” um termo de “um lado para outro” de uma igualdade, desde que troquemos seu sinal.
Exemplo
Considere a equação:
x + 5 = 7


De acordo com esta propriedade, podemos multiplicar ( ou dividir ) ambos os membros de uma igualdade por um número diferente de zero, obtendo uma sentença equivalente.
Exemplo.
Considere a equação:
3x = 12
Vamos dividir os dois membros por 3, obtendo:

Exemplo
Observe que a implicação:

3. Equações do primeiro Grau com uma Incógnita
“Equação do primeiro grau com uma incógnita” é uma equação que pode ser reduzida à forma:

onde:
x é a incógnita
a e b são constantes denominadas coeficientes
b é o termo independente
A determinação do conjunto-verdade de uma equação do primeiro grau é feita através da aplicação direta das propriedades anteriores vistas acima.
Exemplos
Resolva as equações:

Resolução

Como a sentença “0 = 0” é verdadeira para qualquer valor de x ( isto é, é independente de x ), a equação fornecida será satisfeita para qualquer valor de x. Portanto, o conjunto-verdade é igual ao universo:

Como a sentença “0 = 22” é falsa ( é falsa para qualquer valor de x ), então a equação fornecida não será satisfeita para nenhum valor de x. Podemos dizer que a equação não tem solução:


4. Propriedades

Comentário:
Essa terceira propriedade é praticamente desconhecida da maioria dos alunos.
Exemplos

Resolução
Muitos alunos iniciariam aplicando a Propriedade Distributiva e cairiam em uma equação do 2° grau. Um tratamento diferente seria a aplicação da propriedade 3.


Nesse caso, muitos alunos simplesmente ignorariam o denominador, uma vez que a fração está igualada a zero. A justificativa seria que ao “passarmos” o denominador para o outro lado e multiplicando por 0 o resultado seria 0. Veja a propriedade 2 caso você tenha essa dúvida.
Como

A raiz de 5x + 20 = 0 é -4. Porém esse valor não satisfaz a condição e, portanto o conjunto-verdade da equação dada é:

Continuem estudando.
Boa leitura.

Prof. Ricardo Vianna

Fonte:

  • ANTAR, Aref. Conjuntos e Funções, Noções de Matemática, volume 1. Ed. Moderna, 1979.

Share This:

Utilizando As Mídias Na Educação: Conteúdo: Fração

Conheça um excelente material sobre Frações no site Brasil Escola.

Fonte: http://www.brasilescola.com/matematica/fracao.htm, visitado em 22/09/2012

Confira uma relação de exercícios resolvidos sobre fração que poderá utilizar com seus alunos no site Matemática Didática.

Fonte: http://www.matematicadidatica.com.br/FracaoExercicios.aspx#anchor_ex2, visitado em 22/09/2012

Agora pratique um pouco com alguns jogos do site Atividades Educativas:

Pinte corretamente os quadrados para formar o valor da fração.

Identifique corretamente os valores de uma fração.

Escreva por extenso o valor da fração.

Fonte: http://www.atividadeseducativas.com.br/, visitado em 22/09/2012

Share This:

Por aqui se começa

Nesta categoria irá se aprender os principais conceitos de Matemática Básica. Aqueles que são os mais utilizados e mais necessários durante o seu curso.

Share This: